27 de outubro de 2014

Acordei de ressaca...

Hoje acordei me sentindo como se estivesse de ressaca! Faço parte dos 49% que queriam mudança. Eu acredito no PSDB e acredito em Aécio. Quem acompanhou a campanha eleitoral atentamente percebe claramente a diferença de caráter, de conduta, de propostas, de atitude e de intenções. Sem falar no vocabulário, na história de vida, na trajetória política.
Não considero Dilma minha presidente e nunca, nunca me sentirei representada pelo PT, um partido nefasto, enganador, mentiroso, uma verdadeira quadrilha instalada no país. O PT destruiu o Rio Grande do Sul, meu estado natal e destruiu todos os outros estados onde governou.
Estou triste e muito desanimada. Estou indignada por ter que aturar por mais 4 anos essa mulher e toda a quadrilha do PT simplesmente porque 52% dos eleitores decidiram que deveria ser assim! E quem são eles? São aqueles que querem viver de esmola, mas não querem trabalhar, não querem estudar, não querem empreender. É muito mais fácil ganhar o peixe do que aprender a pescar. E mais impressionante ainda é que nesse percentual também está incluída uma parcela de eleitores da chamada "elite intelectual" do país; eleitores que tiveram acesso à uma boa educação, que não dependem do SUS, que não usam transporte público, que podem comprar livros e revistas de informação de boa qualidade, que viajam ao exterior, que se alimentam e se vestem bem! Esses são os "avestruzes" e que de alguma forma se beneficiam com esse governo e não estão nem aí!
"Ah, porque a Dilma foi guerrilheira, a Dilma combateu a ditadura"... E daí? Ela combateu (?) a ditadura militar, mas defendia outra!
É impressionante o grau de alienação mental nesse país! 
A lavagem cerebral feita pelo PT é tamanha que se torna inútil tentar argumentar com essa gente. É o tipo de gente que você pode mostrar um flagrante e a pessoa diz que é montagem, mesmo sendo ao vivo e em cores!!! 
As pessoas que votaram 13 não apenas reelegeram Dilma, elas assinaram o atestado de óbito do país. Simples assim.
Basta ler os jornais, simples assim. 
Basta deixar de ser avestruz, simples assim. 
Até porque, logo, logo todos sentirão no bolso - mais do que nunca - o peso da incompetência e da roubalheira ao longo desses 4 anos do primeiro mandato (sem esquecer os 8 anos de mandato do Ali Baba).
Felizmente eu tenho a sorte de morar no estado de São Paulo, onde o PT não tem mais chances e nunca terá, porque aqui o povo que votou 45 vive do suor do seu trabalho e não das esmolas do governo.
E não se iludam: vem muito mais porcaria por aí!
Meu único consolo é não ter compactuado com isso. Minha consciência está tranquila.
Mas a sensação de impotência diante desse fato consumado é terrível!

Beijo
Ju




14 de outubro de 2014

Crisântemos e Dálias

Fiquei muito feliz com as visitas e os comentários no post anterior. Já retribui quase todas, aproveitando para dizer de que se trata as estampas dos panôs! Quase todas acertaram!
Bem, o que fiz foi découpage em tecido. Quis experimentar a colagem num linho misto para ver como ficaria. Gostei do resultado e transformei em panôs. Utilizei guardanapo próprio para découpage e muitas de vocês conhecem a técnica. O tecido fica mais durinho devido ao efeito da cola e adere perfeitamente, confundindo-se com a trama do tecido.
Se o linho fosse branco, o efeito ficaria mais bonito ainda.
Experimentem!!
Bem, quem me acompanha sabe que tenho um imenso jardim aqui em casa, com muitas árvores, arbustos, folhagens e flores. Mas, pasmem: quando quero ter flores dentro de casa preciso comprar na floricultura! Explico: todas as flores que tenho aqui - exceção das rosas, em muito pouca quantidade - não são apropriadas para vasos. Muitas e muitas vezes cortei flores do jardim e pus em vasos, mas elas não resistem mais que um dia, enquanto que nos seus lugares de origem mantêm-se dias a fio!
Preciso começar a cultivar flores de corte por aqui!
Então...
Para dar um ar mais primaveril à minha sala, fui em busca de flores na cidade e me encantei com todas as que estavam disponíveis, especialmente os mini crisântemos e as dálias, que são bem duradouras!
Optei pela cor amarela, para ambas.
E eis as minhas "amarelinhas", decorando a sala
Mini crisântemos
É tão grande que optei por colocar o vaso no chão, sobre o tapete
E as Dálias, umas fofas!
Sobre a mesinha, num cantinho entre os sofás
Quem aí gosta dessas flores?
Beijinhos
Ju




9 de outubro de 2014

Flores e artes

Apesar da seca que castiga o estado de São Paulo (a maior dos últimos 87 anos), a floração das azaleias aqui em casa não falhou. Gosto muito dessa flor e elas estão em várias partes do jardim, principalmente na entrada:

 
 Meu acompanhante na seção de fotos. Mas está mais interessado no que o vizinho está fazendo!
 Esse tom de rosa é delicado

 Este é lindo!
 Estão vendo a setinha no canto esquerdo da foto? É para reparar na secura da grama... Gente, a situação é crítica!!
 E também há azaleias em cantinhos do jardim, como este:
O chão fica coberto de florezinhas amarelas por causa dessa belezona aí ó:
Mas eu mencionei "artes" no título, não é?
Sim!
Mais flores e mais panôs para celebrar a Primavera
Fazendo companhia a samambaia, no hall de entrada
 Gente, essa estampa é e não é tecido, rsrs...
 O que será?
 Arrisquem um palpite e se ninguém adivinhar, conto no próximo post!
 Este decora a lareira
 E a estampa também é e não é tecido!

 Bordei "Amores-perfeitos" e "Viva a Primavera!", mas a fonte que eu escolhi para o risco não aparece direito na foto...
 Minha lareira é um local muito versátil e a decoração aqui costuma variar muito, ao sabor das inspirações...
Coisinhas simples, como a dona deste blog
Mas é assim que eu gosto. Como diz bem a Tone Finnanger: "Caseiro e feliz"
Espero que gostem e se inspirem!
Beijinhos
Ju